WSOF 34: Branch finaliza e segue campeão de duas categorias

David Branch (Foto: WSOF)

O primeiro combate valendo título do card especial de ano novo realizado pelo World Series of Fighting terminou com o americano David Branch seguindo seu reinado como campeão da promoção nos peso-médio e meio-pesado. Em luta duríssima, o ex-Strikeforce e ex-Bellator Louis Taylor ofereceu perigo e vendeu caro a derrota, sendo derrotado por conta do desgaste causado por quatro rounds de alta intensidade física.

O primeiro round foi dominado pelo campeão. Se desvencilhando das tentativas de trocação impostas por Taylor, Branch conseguiu rapidamente derrubar o oponente e trabalhar com calma no chão, mantendo boa parte do round sob controle e tentando fechar um mata-leão após segurar a posição nas costas de Louis.

No segundo período, vimos um duelo burocrático e sem domínio claro por cerca de seus dois primeiros minutos, onde Branch e Taylor se alternavam constantemente em clinches na grade. Na reta final do round, Taylor afastou a pressão e tentou novamente ser incisivo no striking, porém foi rapidamente anulado, terminando a etapa em questão novamente no clinch.

No round seguinte, após início estudado e sem muito ímpeto, Taylor consegue interceptar queda de Branch e esboçar uma guilhotina, porém sem sucesso. Todo os esforço físico realizado pelo desafiante acabou atrapalhando seu desafiante deste ponto em diante. Após Branch liberar a cabeça e passar a guarda, controlou Louis por mais alguns minutos e conseguiu novamente pegar as costas, mas não obteve sucesso tentando fechar o estrangulamento; o round termina novamente com o campeão clinchando, após receber alguns strikes do adversário.

Na quarta etapa, após primeiro minuto morno, temos uma paralisação graças a golpe baixo desferido por Taylor. No retorno, Louis é capaz de mostrar vantagem sobre o campeão utilizando sua trocação, porém Branch o derruba após uma tentativa de joelhada e mantém o domínio por cima na luta de solo até o fim do round.

No último período, um Taylor cansado e já sem explosão é derrubado e dominado por Branch, que explora bem as transições e consegue, enfim, fechar um mata-leão e reter seu título aos exatos dois minutos do round final.

COMPARTILHAR
18, Paulista, patologicamente apaixonado por MMA, futebol e música. Colaborador do Olimpo MMA.